/governosp

Obras de Cândido Portinari ganharão releitura em grafitti neste sábado (12/02)

Postado em
Crédito da Imagem: Candido Portinari ©️ João Candido Portinari.

Obras de Cândido Portinari ganharão releitura em grafitti neste sábado (12/02)

Onze artistas foram convidados para realizar os trabalhos que depois circularão pelas estações de metrô da capital paulista;

A iniciativa é uma ação conjunta do MIS Experience, Museu Catavento – que sediará o evento – e Fábricas de Cultura - Instituições da Secretaria de Cultura e Economia Criativa do Governo de São Paulo;

Público confere o evento às 10h.

 

“Mestiço” e “Chorinho” são algumas das obras que inspiraram os grafiteiros e também farão parte da exposição “Portinari para Todos” que o MIS Experience inaugura em 05/03 (imagem:  Candido Portinari / Cortesia: Projeto Portinari)

São Paulo, fevereiro de 2022 – O MIS Experience – Instituição da Secretaria de Cultura e Economia Criativa do Governo de São Paulo – está preparando uma das maiores exposições já realizadas sobre Cândido Portinari. Enquanto aguarda pela inauguração de Portinari para todos, em 05/03, o público terá a chance de conferir algumas das obras do artista, mas de um jeito diferente. É que neste sábado (12/02), em conjunto com o Museu do Catavento, museu de ciência e tecnologia, e  e as Fábricas de Cultura – também instituições da SEC-SP – onze grafiteiros farão uma releitura desses trabalhos.

O evento, que será realizado no Museu Catavento, a partir das 10h, terá a participação de Rodrigo Mandi, Lais da Lama, Ana Kia, Del- André, PRETOtna, Dinas Miguel, Mari Pavaneli, Pixote Mushi, Tiago Zaka, Fernando Berg (Fábricas de Diadema, Vila Nova Cachoeirinha e Jd. São Luiz) e Thiago Monster Ectoplasma.

Os artistas se inspiraram em trabalhos muito conhecidos de Portinari: “Chorinho”, “Meninos soltando Pipa”, “Palhacinhos na gangorra”, “Retirantes”, “Mestiço”, “Cabeça de índio”, Menino de Brodosqui”, “Cangaceiro”, “Colona sentada”, “Floresta III” e “Menino com Carneiro”, respectivamente.

“A ideia é chamar a atenção do público para um dos mais importantes nomes das artes brasileiras. Já em março, no MIS Experience, as pessoas terão uma oportunidade única de contato com as obras de Portinari, a partir de recursos tecnológicos e da interatividade que é uma das marcas do nosso espaço expositivo”, explica Marcos Mendonça, diretor geral da ACCIM - Associação Cultural Ciccillo Matarazzo, que gere o MIS, MIS Experience e Paço das Artes.

Depois desta exibição no Catavento, as criações em grafitti circularão pelas estações de metrô da capital paulista. As datas e os locais exatos da itinerância serão informados em breve pelos organizadores da ação.

 

Celebração a Portinari

Apesar de Cândido Portinari não ter participado da Semana de Arte Moderna de 22, a celebração ao artista faz parte do calendário paulista de comemorações do centenário deste importante marco da história nacional. Isso porque é evidente a sua contribuição para o movimento modernista do Brasil e consequente popularização mundo afora.

Nascido em Brodowski, no interior de São Paulo, Portinari (1903-1962) retratou como poucos o país e os brasileiros. Suas obras trazem cenas urbanas e rurais, festas populares, crianças, trabalhadores, entre muitos outros personagens. Grande parte do seu acervo estará reunida na mostra Portinari para Todos, no MIS Experience.

A exposição, apresentada pelo Bradesco, é uma realização do Ministério do Turismo, Secretaria Especial da Cultura, Governo do Estado de São Paulo, por meio da Secretaria de Cultura e Economia Criativa de São Paulo, Prefeitura de São Paulo, Secretaria Municipal de Cultura e MIS Experience por meio da Lei de Incentivo à Cultura e do Promac. A concepção é da Magnetoscópio e do Projeto Portinari e conta com as parcerias de TV Cultura e Museu Casa de Portinari.

O patrocínio máster é da Sabesp e a mostra conta também com patrocínio da Cerâmica Portinari, EMAE, Vivo, e Vertical Garden. Tem apoio institucional de Kapitalo, TozziniFreire Advogados, Shimano, PWC, Bain, Madri Soluções e Telium; e apoio operacional de GP&A Royal Boutique Jardins e Eko Comunicação.

 

Serviço

Portinari para todos - ação com grafiteiros

Data: 12/02

Horário: 10h

Local: Museu Catavento - Avenida Mercúrio, s/n - Parque Dom Pedro II, Centro, São Paulo – SP  

Formato: Presencial (área externa) - Gratuito

 

Exposição Portinari para todos

Data: Estreia em 05/03

Local: MIS Experience – Rua Vladimir Herzog, 75 – Água Branca – São Paulo/SP

Formato: Presencial

 

Sobre o MIS Experience 

Construído em um galpão de 2 mil metros quadrados e 10 metros de pé direito, o MIS Experience é o mais novo espaço do Museu da Imagem e do Som (MIS) – instituição da Secretaria da Cultura e Economia Criativa do Governo do Estado de São Paulo – que traz para a cidade de São Paulo um novo conceito de exposições culturais. O MIS Experience foi inaugurado em 2 de novembro de 2019, com o objetivo de proporcionar a realização de exposições imersivas que se utilizem de novas tecnologias, levando o público a interagir de maneira diferente com artistas e suas obras de arte. A abertura do espaço aconteceu com a exposição Leonardo da Vinci – 500 Anos de um Gênio, experiência que possibilitou ao visitante conhecer a vida e o legado de Da Vinci. A exposição foi um sucesso de público: recebeu cerca de 500 mil visitantes, teve mais de 85 mil visitações gratuitas e, a cada 15 minutos, uma escola foi atendida pela equipe do Educativo. O investimento para a criação do espaço, manutenção e montagem da exposição foi de R$ 8 milhões. 

 

SOBRE A POIESIS

A Poiesis – Organização Social de Cultura é uma organização social que desenvolve e gere programas e projetos, além de pesquisas e espaços culturais, museológicos e educacionais, voltados para a formação complementar de estudantes e do público em geral. A instituição trabalha com o propósito de propiciar espaços de acesso democrático ao conhecimento, de estímulo à criação artística e intelectual e de difusão da língua e da literatura.

 

Sobre o Museu Catavento

O Museu Catavento foi inaugurado em março de 2009 e tem mais de 250 instalações divididas em quatro seções (Universo, Vida, Engenho e Sociedade) e distribuídas em 12 mil m² de área expositiva. Cada seção foi elaborada com uma expografia que contribui para criar atmosferas únicas e envolventes. Atrações como borboletário, sala de realidade virtual Dinos do Brasil, simuladores, aquários de água salgada, anêmonas e peixes carnívoros e venenosos, uma maquete do sol e uma parede de escaladas, onde é possível ouvir relatos de personalidades da história, são apenas alguns exemplos de como o visitante pode aprender e se divertir ao mesmo tempo. Na área externa também é possível conferir equipamentos como a locomotiva Dübs, fabricada em 1888 na Inglaterra que pertenceu à Cia. Paulista de Estradas de Ferro e foi usada brevemente para o transporte de carga, e o avião DC-3 (1936), que foi utilizado como cargueiro militar na Segunda Guerra Mundial.  O Catavento foi instalado no Palácio das Indústrias, prédio tombado e patrimônio cultural do estado de São Pailo, inaugurado em 1924.

 

Fábricas de Cultura

Desenvolvido desde 2007 pelo Governo do Estado, através da Secretaria de Cultura e Economia Criativa, o Programa Fábricas de Cultura objetiva estimular o desenvolvimento integral dos indivíduos e grupos, por meio da cultura e de experimentação artística, bem como incentivar e potencializar a articulação de redes de produção e de circulação cultural. O Programa contém 12 unidades, localizadas nas regiões leste, norte e sul, e nas cidades de São Bernardo do Campo e Diadema, e ainda este ano deve inaugurar outras 5 no interior e litoral do estado. A Organização Social Catavento Cultural e Educacional administra 6 das 12 unidades do Programa, 5 na zona leste e 1 em São Bernardo do Campo, a 1ª 4.0 do estado, e a Poiesis outras 6, 5 nas zonas norte e sul e 1 em Diadema. As Fábricas de Cultura oferecem à população, em prédios próprios de cerca de 6 mil m², uma diversa e intensa programação cultural, com apresentações locais e de artistas profissionais, além de cursos de dança, teatro, música, circo, artes visuais, multimeios, xadrez, artes digitais, tecnologia e inovação; bibliotecas com cerca de cinco mil títulos cada; teatros modernos e bem equipados e estúdios de áudio e vídeo. Todas as atividades são gratuitas.

Compartilhar essa notícia

facebook icone
twitter icone
Nós não compartilharemos seu e-mail com terceiros.