/governosp

Museu Catavento recebe exposição interativa que revela histórias de professores brasileiros que fazem a diferença na educação

Postado em

Museu Catavento recebe exposição interativa que revela histórias de professores brasileiros que fazem a diferença na educação

 

Iniciativa possibilita ao público vivenciar experiências educacionais inovadoras e inspiracionais; a exposição acontece a partir de novembro e celebra os 10 anos do Instituto Porvir
 

 

Museu Catavento, equipamento da Secretaria de Cultura e Economia Criativa do Governo do estado de São Paulo, em São Paulo em parceria com o Instituto Porvir, apresentam histórias de professores que geraram impacto na educação.

Aulas nas ruas e na floresta, projeto de robótica com sucata, contação de histórias do quilombo, livro escrito por estudantes e professores, caderno de elogios e roleta de emoções. Essas são algumas das iniciativas que estarão presentes na exposição temporária “Encontro com o Porvir – trajetórias de educadores que transformam o presente e constroem o futuro”, que acontece de 08 de novembro a 03 de fevereiro.

 

Experiências que trabalham “Aprender com o afeto”, “Aprender com a diversidade”, “Aprender com a mão na massa”, “Aprender com a tecnologia” e “Aprender com a comunidade” serão destaque na exposição, que também celebra os 10 anos do Instituto Porvir, à frente da principal plataforma de conteúdos sobre inovações educacionais no Brasil, responsável por oferecer gratuitamente no endereço porvir.org informações sobre novas metodologias e tecnologias de ensino, além de abrir espaço para relatos que mostram como os educadores do Brasil inteiro têm transformado suas práticas no cotidiano escolar.

“Mais do que contar a história do Porvir, a proposta da exposição é reproduzir algumas das melhores histórias que relatamos ao longo dessa trajetória. Acreditamos que divulgar práticas que conseguem transformar a educação é importante para levar inspiração a outros educadores”, afirma Tatiana Klix, diretora do Instituto Porvir. “A pandemia e a série de crises que estamos vivendo trouxeram muitas dificuldades para os professores, mas é preciso reconhecer e valorizar o esforço que esses profissionais têm feito para garantir que seus alunos aprendam. Por isso, separamos dez casos emblemáticos, como a de uma professora de Natal (RN) que criou um caderno de elogios para seus alunos desenvolverem a autoestima ou o do educador que levava alunos à região do Glicério, em São Paulo (SP), para dar aulas de geografia na rua. Recontamos esses casos plasticamente, proporcionando ao público uma experiência interativa”, conta.

 

Dividida em módulos temáticos, cada estação apresentará a prática inovadora de dois educadores de Estados diferentes do Brasil, mostrando sua criação e, ainda, possibilitando a interação do público com essas experiências. Os educadores que estarão em destaque na exposição são: Paulo Magalhães (SP), Eliane Boroponepa (MT), Sandra Cristina Cassiano (RN), Maria Eliete de Oliveira (RO), Débora Garolafo (SP), Elineide Alves (PE), Gina Vieira Ponte (DF), Gonçalina Eva Almeida (MT), Doug Alvoroçado (RJ) e Giovana Picolo (RS).

A ideia é envolver toda a sociedade numa reflexão sobre qual escola faz sentido construir no país. “Nosso intuito – não apenas com esta iniciativa, mas com todos os projetos realizados pelo Porvir – é apoiar a construção de uma escola que torne os estudantes protagonistas de seus processos de aprendizagem e, com isso, proporcionar que eles possam se desenvolver de forma integral. Para além disso, o propósito também é renovar esperanças e reafirmar a importância de ações protagonizadas por professores que podem fazer a diferença na vida das pessoas”, acrescenta.



Por isso, a mostra vai proporcionar a oportunidade de famílias, estudantes, crianças, educadores e gestores educacionais vivenciarem algumas dessas práticas, entre elas: escrever elogios para si ou para as outras pessoas e descobrir como as crianças definem emoções no módulo Afeto; conhecer histórias de mulheres inspiradoras e ouvir o conto da Chapeuzinho Afro na estação sobre Diversidade; interagir com robôs feitos de sucata e criar uma corrente de memórias da pandemia na estação Mão na Massa; dançar em um tapete conectado após responder a um quiz de literatura e experimentar um óculos de realidade virtual para exercitar a empatia no módulo de Tecnologia; e, por fim, acompanhar o trabalho de visitas guiadas em territórios indígenas, além de museus, prédios históricos e espaços públicos na última estação, Aprender com a Comunidade.Segundo a gerente de produto do Instituto Porvir, Regiany Silva, transformar essas histórias que foram relatadas em forma de texto no portal porvir.org em um projeto expográfico que usa diferentes linguagens é uma amostra dos projetos que a organização sem fins lucrativos tem desenvolvido para mobilizar a comunidade educacional em torno da necessidade de transformar a educação. “Trabalhamos com diferentes parceiros, usando inteligência, inovação, design, tecnologia e gestão estratégica para criar conteúdos e produtos digitais, publicações e projetos de impacto”, explica Silva.

 


A exposição “Encontro com o Porvir” conta com o apoio de patrocinadores para cada um de seus módulos, assim como a abertura e o encerramento. São eles: Camino School, Faber-Castell, FTD Educação, Fundação Educar, Instituto Ayrton Senna e Red Balloon e Wings.10 anos do Instituto Porvir – Nesse intervalo de 10 anos, o Porvir impactou cerca de 16 milhões de pessoas. Foram mais de 6,7 mil conteúdos, narrando bons projetos pedagógicos e exemplos de escolas, entidades e profissionais inspiradores. No portal porvir.org, é possível consultar o “Diário de Inovação”, onde a cada semana são publicados relatos de educadores sobre suas iniciativas de impacto em sala de aula. O espaço gera inspiração e reconhece o trabalho de professores de todo o país, tendo sido a base para a seleção das histórias contadas na exposição.

 

Serviço: “Encontro com o Porvir – trajetórias de educadores que transformam o presente e constroem o futuro”

Data: 8 de novembro a 3 de fevereiro

Horário: terça a domingo, das 9h às 16h

Valor: R$ 15 (inteira) ou R$ 7,50 (meia-entrada). Às terças-feiras o ingresso é gratuito.

Local: Museu Catavento - Av. Mercúrio, s/n - Parque Dom Pedro II, São Paulo - SP

Informações: https://museucatavento.org.br/ e www.porvir.org.br

 

Sobre o Porvir

O Porvir (porvir.org) é a principal plataforma de conteúdos e soluções sobre inovações educacionais do Brasil. É mantido pelo Instituto Porvir, uma organização sem fins lucrativos, e acredita que a escola precisa se transformar para se conectar às características dos estudantes e prepará-los para os desafios do mundo contemporâneo.

Para inspirar e apoiar transformações que garantam qualidade e equidade para a educação brasileira, o Porvir mapeia tendências, práticas inovadoras em educação e produz conteúdos para diferentes canais. Também desenvolve soluções de comunicação, mobilização e formação para a comunidade educacional.

 

Sobre o Museu Catavento

O Museu Catavento foi inaugurado em março de 2009 e tem mais de 250 instalações divididas em quatro seções (Universo, Vida, Engenho e Sociedade). Cada seção foi elaborada com iluminação e sons diferentes, que contribuem para criar atmosferas únicas e envolventes. Atrações como borboletário, sala de realidade virtual Dinos do Brasil, simuladores, aquários de água salgada, anêmonas e peixes carnívoros e venenosos, uma maquete do sol e uma parede de escaladas, onde é possível ouvir histórias de personalidades da história, são apenas alguns exemplos de como o visitante pode aprender e se divertir ao mesmo tempo. Na área externa também é possível conferir equipamentos como a locomotiva Dübs (fabricada em 1888 na Inglaterra que pertenceu à Cia. Paulista de Estradas de Ferro e foi usada brevemente para o transporte de carga) e o avião DC-3 (1936), que foi utilizado como cargueiro militar na Segunda Guerra Mundial.

 

Redes sociais do Museu Catavento:

Facebook: @cataventocultural

Instagram: @museucatavento

Twitter: @MCatavento

Youtube: Museu Catavento

 

Informações para a imprensa

Secretaria de Cultura e Economia Criativa do Estado de São Paulo

(11) 3339-8116 / (11) 3339-8162 / (11) 98849-5303 (plantão) | [email protected]

Mira Comunicação

[email protected]

+55 11 4563-6004 | +55 11 4563-600

Museu Catavento 

Flavianny de Oliveira – 11 97501 - 6669 | [email protected]

Compartilhar essa notícia

facebook icone
twitter icone
Nós não compartilharemos seu e-mail com terceiros.